Postagens

Mostrando postagens de Junho 13, 2018

Equações preveem que cada buraco negro possui um novo universo

Imagem
Nosso universo pode estar vivendo dentro de um buraco negro que ele próprio é parte de um universo maior. Por sua vez, todos os buracos negros encontrados até agora em nosso universo, do microscópico ao supermassivo, podem ser portas para realidades alternativas. De acordo com uma nova teoria, um buraco negro é na verdade um túnel entre universos, um tipo de wormhole. A matéria do buraco negro atrai para não desmoronar em um único ponto, como foi previsto, mas sim jorra um “buraco branco” na outra extremidade do preto.  Em um artigo publicado na revista física Letters B, Indiana University físico Nikodem Poplawski apresenta novos modelos matemáticos do movimento espiral da matéria caindo em um buraco negro.
Suas equações sugerem que tais wormholes são alternativas viáveis para as “singularidades do espaço-tempo” que Albert Einstein previu estar nos centros de buracos negros. De acordo com as equações de Einstein para a relatividade geral, as singularidades são criadas sempre que a maté…

ALMA descobre trio de planetas bebês em torno de estrela recém nascida

Imagem
Técnica inovadora para descobrir os planetas mais jovens da nossa galáxia Com o auxílio do ALMA, duas equipes independentes de astrônomos descobriram provas convincentes de que três planetas jovens orbitam a estrela bebê HD 163296. Utilizando uma técnica inovadora, os astrônomos identificaram três distúrbios no disco de gás situado em torno da jovem estrela: a mais forte evidência de que planetas recentemente formados se encontram em órbita desta estrela. Estes são considerados os primeiros planetas descobertos pelo ALMA.
O Atacama Large Millimeter/submillimeter Array (ALMA) mudou completamente a nossa maneira de ver os discos protoplanetários — as fábricas de planetas repletas de gás e poeira que rodeiam as estrelas jovens. Os anéis e espaços vazios nestes discos fornecem-nos evidências circunstanciais intrigantes da presença de protoplanetas. No entanto, existem outros fenômenos que podem também ser responsáveis por estas estruturas.
Agora, e graças a uma técnica inovadora de procura d…

Planeta Nove do espaço exterior: existe outro mundo além de Netuno?

Imagem
A órbita incomum de um asteroide recém-descoberto apóia a ideia de que um planeta massivo se esconde nos confins do sistema solar Um enorme planeta contendo 10 vezes a massa da Terra poderia explicar a órbita incomum de um asteroide recém-descoberto. Se encontrado, o mundo gigante representaria a primeira descoberta de um planeta em nosso sistema solar desde Plutão em 1930 e antes de Netuno em 1846. (Plutão foi posteriormente rebaixado de planeta para "planeta anão" em 2006 ). O asteroide em questão é chamado 2015 BP519. Foi descoberto há três anos a cinquenta e cinco vezes a distância da Terra ao sol. Desde aquela época, um grupo de astrônomos liderados por Juliette Becker, da Universidade de Michigan, vem acompanhando-o. Eles agora concluem que a rocha espacial está seguindo uma órbita altamente incomum que é mais facilmente explicada se a gravidade de um grande planeta - ainda não-visto - a colocou no lugar. 2015 A órbita do BP519 leva de 35 a 863 vezes o raio da órbita da Te…

Buracos Negros Engolem Estrelas Inteiras, de Acordo com Estudo

Imagem
Observações sugerem que buracos negros engolem estrelas condenadas, aumentando o mistério em torno desses monstros celestes. De todos os mistérios no Universo, buracos negros certamente estão no topo da lista. Eles têm um campo gravitacional tão forte que uma vez um objeto ali caindo, não será nunca capaz de escapar.  O que acontece a esse objeto é um total mistério que a física atual não pode responder. Nossas melhores idéias sugerem que sob tal gravidade esmagadora, a matéria simplesmente é aniquilada – mas o que isso significa realmente? Isto pode realmente acontecer?
  Quando você pensa sobre isso, soa um pouco demais como ficção científica. Talvez seja o suficiente para dar nós no seu cérebro a ponto de você espontaneamente exclamar "covfefe!"
  A existência de buracos negros foi predita no início do século XX pela Teoria Geral da Relatividade de Einstein, e recebida com ceticismo generalizado por físicos e astrônomos.  Embora a maioria agora aceite que buracos negros dev…

Para onde foi a atmosfera marciana?

Imagem
Essa é uma das questões mais intrigantes a respeito do planeta vermelho. Sabemos que houve água em Marte no passado. Não faltam evidências a respeito. Várias características em sua superfície mostram isso: vales extensos, planícies alisadas por grandes enchentes e até mesmo crateras inundadas em tempos remotos, por exemplo. Outras evidências mostram que há água no subsolo marciano ainda hoje. Em alguns casos um pouco dessa água aflora, mas rapidamente se evapora por causa da baixíssima pressão atmosférica, mas deixa para trás marcas na superfície que permitem deduzir sua presença. Isso sem mencionar a água aprisionada sob a forma de gelo nos polos marcianos. A maior parte do gelo nos polos é composta por gelo de gás carbônico, o nosso famoso gelo seco, mas tem gelo de água também.  Só que quantidade de água no passado era muito maior do que imaginamos existir hoje em Marte e a grande pergunta é, para onde ela foi. A reposta passa por saber para onde foi a atmosfera marciana. Para a ág…