Postagens

Mostrando postagens de Novembro 29, 2017

Novo método para medir o tamanho das estrelas de neutrões

Imagem
As estrelas de neutrões são feitas de matéria ultradensa. O modo como esta matéria se comporta é um dos maiores mistérios da física nuclear moderna. Investigadores desenvolveram um novo método para medir o raio das estrelas de neutrões, o que os ajuda a entender o que acontece com a matéria dentro da estrela sob pressão extrema. Foi desenvolvido um novo método para medir o tamanho das estrelas de neutrões num estudo liderado por um grupo de investigação de astrofísica de alta-energia na Universidade de Turku, Finlândia.
O método baseia-se na modelagem de como as explosões termonucleares que ocorrem nas camadas mais altas da estrela emitem raios-X. Ao comparar os raios-X emitidos pelas estrelas de neutrões com os modelos teóricos topo-de-gama de radiação, os cientistas foram capazes de colocar restrições no tamanho da fonte emissora. Esta nova análise sugere que o raio da estrela de neutrões deve ser cerca de 12,4 km.
"As medições anteriores mostraram que o raio de uma estrela de …

Vida na Terra teria sido originada por um cometa?

Imagem
Cientistas da NASA fizeram uma descoberta impressionante que poderá ajudar a provar que a vida na Terra poderia ter sido "semeada" a partir do espaço.
O cometa 45P/ Honda-Mrkos-Pajdusakova, batizado em homenagem a três astrônomos do Japão, da República Tcheca e da Eslováquia que o descobriram separadamente, é um velho amigo dos pesquisadores. Descoberto em 1948, o cometa tem sido observado cada vez que regressa à órbita da Terra, aproximadamente a cada cinco anos. Mas tudo mudou no fim de 2016 e início de 2017, quando os cientistas decidiram estudar a composição da atmosfera do cometa, analisando as impressões químicas na parte infravermelha do espectro, segundo o portal Phys.org. As observações, recolhidas com ajuda do ISHELL, espectrógrafo de elevada resolução, instalado recentemente no telescópio de infravermelhos da NASA (Infrared Telescope Facility, IRTF, em inglês) no Havaí, mostraram o que ninguém tinha esperado ver.
O cometa contém tão pouco monóxido de carbono que os …

Nasa confirma visita de asteroide interestelar ao Sistema Solar

Imagem
Acontecimento, sem precedentes na história de observação da agência, levanta a hipótese sobre a intercomunicação entre mundos estelares diferentes A Nasa confirmou a presença do primeiro asteroide interstelar, vindo de outra galáxia, em nosso sistema solar. O asteroide de formato alongado e composição rochosa começou a ser observado na Via Láctea desde outubro pela agencia espacial. Os cientistas da Nasa afirmam que este é caso sem precedentes na história de observação da agência. A presença dele levanta a hipótese sobre a intercomunicação entre mundos estelares diferentes.
As informações sobre o asteroide visitante foram publicadas na revista científica Nature e no site da agência. O objeto ganhou o nome de Oumuamua, que quer dizer mensageiro em havaiano. O asteroide tem 400 metros de comprimento. A forma do Oumuamua também chama atenção. Segundo a Nasa, é um formato incomum também não encontrado anteriormente em cerca de 750 mil asteroides e cometas observados agora no sistema solar q…

O que acontecerá daqui 100 quintilhões de anos?

Imagem
Um vídeo criado pelo canal do YouTube Riddle explorou algumas possibilidades intrigantes do futuro da raça humana e do planeta Terra. O que acontecerá daqui, digamos, dez quintilhões de anos? Bastante coisa.
Mas vamos por partes.
Daqui 1.000 anos Daqui mil anos, devido a rápida evolução das línguas, nenhuma palavra que utilizamos atualmente existirá. As estrelas também terão se movido, então haverá uma visão diferente no céu (Gamma Cephei substituirá Polaris, por exemplo).
Daqui 2.000 anos Em dois mil anos, as plataformas de gelo terão derretido completamente por conta do extremo aquecimento global de 8 graus Celsius. Os níveis do mar aumentarão em seis metros.
Daqui 20.000 anos Se nós sobrevivermos a essa mudança climática, daqui vinte mil anos, a região de Chernobyl finalmente será segura de novo.
Daqui 50.000 anos  As Cataratas do Niágara irão desaparecer. A erosão do Lago Erie se completará, e as quedas deixarão de existir. A Groenlândia estará livre de gelo, com um aquecimento global mode…

Nasa divulga imagens do pôr do sol em Marte

Imagem
Fotos foram feitas por sonda Curiosity e mostram diferenças do entardecer na Terra e no planeta vermelho. Um pôr do sol costuma ser bonito em qualquer lugar do mundo. Mas esse registro feito pela Nasa é realmente difícil de bater. Com a sonda Curiosity, a agência espacial americana conseguiu fazer imagens impressionantes desse fenômeno em Marte. A imagem mostra o sol se escondendo em uma área mais alta na superfície do planeta vermelho e foi descoberta pelo usuário da rede social Reddit, "Pluto_and_Charon". Um porta-voz da Nasa explicou ao site IFLScience que ela foi tirada no entardecer de Marte na direção oeste-noroeste. A qualidade da imagem não foi por acaso – a agência espacial confirma que ela foi planejada em detalhes. Algo interessante de notar na imagem é que o pôr do sol em Marte é o oposto ao da Terra. Por aqui, o céu durante o dia é azul e ao anoitecer fica vermelho, conforme a luz do sol vai passando pela atmosfera e reflete mais o final vermelho do espectro do astr…