Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho 18, 2018

Matéria orgânica em CERES pode ser mais abundante do que se pensava inicialmente

No ano passado, a sonda Dawn espiou matéria orgânica no planeta anão Ceres, o maior objeto da cintura de asteroides. Uma nova análise sugere que essa matéria orgânica pode ser mais abundante do que se pensava.Crédito: NASA/renderização por Hannah Kaplan
No ano passado, cientistas da missão Dawn da NASA anunciaram a deteção de materiais orgânicos - compostos à base de carbono que são componentes necessários à vida - expostos em zonas da superfície do planeta anão Ceres.  O que este artigo mostra é que podemos obter resultados realmente diferentes dependendo do tipo de material orgânico usado para comparar e para interpretar os dados de Ceres, " afirma Hannah Kaplan, investigadora de pós - doutoramento do SwRI ( Southwest Research Institute ) que liderou a pesquisa enquanto completava o seu doutoramento em Brown. 
A sua deteção em Ceres não significa que a vida lá existe ou já existiu ; os processos não - biológicos também podem dar origem a moléculas orgânicas. 
A presença de materia…

Buraco negro destrói estrela e dispara jato

Os astrônomos assistiram ao crescimento de um jato abastecido por uma estrela desfiada. A concepção deste artista mostra uma estrela sendo despedaçada pela poderosa gravidade de um buraco negro supermassivo, criando o disco brilhante e o jato que vemos como um evento de ruptura das marés . Sophia Dagnello / NRAO / AUI / NSF
Quando as estrelas se aproximam demais de um buraco negro supermassivo, elas entram em um território perigoso. O quão perto "perto demais" é depende do buraco negro, mas para um que é 10 milhões de vezes a massa do Sol, qualquer estrela se aventurando mais perto do que uma unidade astronômica é feita para: O buraco negro irá rasgar a estrela. Rasgado em pedaços, metade da estrela vai zunindo, enquanto a outra metade forma um disco de gás quente ao redor de seu destróier . Esse gás aquece e brilha, aparecendo nos nossos telescópios como um clarão de longa duração.
Os astrônomos detectaram algumas dúzias desses eventos de ruptura das marés (TDEs) , geralmente …

NGC 6946

Crédito: Paulo Bénard Guedes Telescópio: TMB 130mm f/6 Instrumento: Atik ATK-2HS

NGC 6946 é uma bonita, mas relativamente pequena galáxia espiral em Cefeu, que a partir da nossa localização na galáxia é vista como um grande redemoinho com os seus grandes braços bem visíveis. Esta galáxia, onde recentemente pudemos observar uma supernova, foi espectacularmente bem capturada pelo astrónomo amador Paulo Bénard Guedes com um pequeno telescópio de 130cm e uma câmara astronómica de baixo custo. Para esta imagem, foram combinadas 20 exposições individuais de 180s cada, que através de processamento em software específico permitem revelar zonas subtis de gás e poeira, nas zonas mais exteriores da galáxia. Fonte: http://vintage.portaldoastronomo.org

9 fatos do espaço que são terríveis e que irão impressionar você

Espaço, a última fronteira. Ainda há muito pouco em que realmente entendemos sobre o vasto universo em que vivemos. No entanto, o que sabemos é que o espaço está claramente tentando o seu melhor para tentar nós matar. Desde radiação mortal até explosões de super estrelas, a galáxia é suficientemente perigosa para fazer até mesmo os astronautas mais corajosos (ou mais loucos) pensar duas vezes antes de decidir sair da nossa atmosfera agradável e protetora. Ainda assim, a raça humana está determinada a sair e explorar o cosmos, então apenas para ter certeza de que sabemos exatamente o que estamos entrando.
1 – A Velocidade da Luz Todo mundo adora imaginar-se voando pela galáxia na velocidade da luz, não é mesmo? No entanto, a realidade pode ser menos divertida e muito mais fatal. Ao entrar em contato com um objeto movendo-se à velocidade da luz, os átomos de hidrogênio se transformam em partículas intensamente radioativas que poderiam facilmente destruir a tripulação de uma nave estelar e …

3 Estrelas que podem ser perigosas para a humanidade

Olhando para o céu noturno, as estrelas são bonitos pontinhos de  luz que tornam as noites mais belas e serenas. Daqui da Terra esses pontinhos podem parecer mesmo inofensivos, mas de perto são imensas bombas nucleares emanando luz, energia e radiação pelo espaço.  Quando a vida das estrelas muito massivas chegam ao fim. Podem criar explosões violentas chamadas de supernovas. Essas explosões são tão fortes que podem afetar os sistemas solares de estrelas vizinhas. Sendo assim, vem a pergunta: Existe próximo ao nosso sistema solar, alguma estrela potencialmente perigosa, cuja sua explosão final, possa ser um problema para vida na Terra? A chance de perigo existe, mas é muito remota, podemos dizer que estamos seguros, você pode dormir tranquilo esta noite. Mas mesmo assim, existem algumas estrelas que é bom ficar de olho! Veja neste artigo, quais estrelas podem ser perigosas para a humanidade.  O PROBLEMAAntes de falarmos sobre quais estrelas podem ser perigosas, precisamos primeiro entend…

Uma galáxia, três supernovas

Crédito:ESA/Hubble & NASA, RELICS
Em astronomia, como diz aquele ditado, o diabo está nos detalhes, como nessa imagem feita com a Advanced Camera for Surveys e a Wide-Field Camera 3 do Telescópio Espacial Hubble da NASA/ESA, demonstra.  As numerosas bolhas difusas e as formas brilhantes se espalham pela imagem e constituem o aglomerado de galáxias conhecido como RXC J0949.8+1707. 
Localizada na parte superior direita do frame, está uma galáxia especialmente bela e interessante, uma galáxia do tipo espiral barrada e que se apresenta de frente para nós. Na última década, os astrônomos espiaram essa galáxia e descobriram não só um, mas três exemplos de um fenômeno cósmico conhecido como supernova, a impressionante explosão de uma estrela no final de sua vida.
A mais nova candidata a supernova é apelidada de SN Antikythera, e pode ser vista na parte inferior direita da galáxia. Essa brilhou intensamente na luz visível e no infravermelho por muito anos antes de se apagar vagarosamente. As…