Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março 14, 2019

O Asteróide Bennu continua girando mais rápido

A visão da sonda OSIRIS-REx sobre o pólo norte do asteroide Bennu, durante o reconhecimento inicial da sonda em 4 de dezembro de 2018. Crédito: NASA / Goddard / University of Arizona
Em uma rocha espacial distante sendo explorada por uma sonda da Nasa, os dias estão diminuindo lentamente - e os cientistas ainda estão tentando descobrir o porquê. Agora, o asteróide conhecido como Bennu está girando uma vez a cada 4,3 horas. Mas os cientistas que trabalham na missão OSIRIS-REx da NASApara a rocha espacial usaram dados coletados antes da chegada da sonda para calcular que a taxa de rotação de Bennu está acelerando ao longo do tempo - cerca de 1 segundo a cada século. "À medida que acelera, as coisas devem mudar, e por isso vamos procurar essas coisas e detectar essa aceleração nos dá algumas pistas sobre os tipos de coisas que deveríamos estar procurando", disse Mike Nolan, principal autor do estudo. Sobre a nova pesquisa e um geofísico no Laboratório Lunar e Planetário da Univer…

Um morcego cósmico em voo

O programa Joias Cósmicas do ESO captura as nuvens de poeira do Morcego Cósmico
Escondido num dos cantos mais escuros da constelação de Orion, este Morcego Cósmico abre as suas asas difusas no espaço interestelar a cerca de 2000 anos-luz de distância da Terra, iluminado por estrelas jovens aninhadas no seu centro — apesar de estarem cobertas por opacas nuvens de poeira, os seus raios brilhantes conseguem ainda iluminar a nebulosa. Demasiado ténue para poder ser observada a olho nu, a NGC 1788 revela as suas cores suaves nesta imagem obtida pelo Very Large Telescope do ESO — a mais detalhada obtida até à data.
O Very Large Telescope do ESO (VLT) conseguiu capturar a nebulosa etérea que se esconde nos cantos mais escuros da constelação de Orion — a NGC 1788, também conhecida por Morcego Cósmico. Esta nebulosa de reflexão em forma de morcego não emite radiação — em vez disso é iluminada por um enxame de estrelas jovens que se situa no seu centro, fracamente visível através das nuvens de po…