sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Cor Natural de Saturno e Titã feita pela Cassini

Crédito da imagem: NASA / JPL-Caltech / SSI
Uma gigantesca Lua aparece na frente de um gigantesco planeta que está passando por mudanças sazonais e que podem ser vistos nessa imagem em cor natural de Titã e de Saturno que foi feita pela sonda Cassini da NASA. Titã, a maior lua de Saturno, mede 5150 quilômetros de diâmetro e é maior que o planeta Mercúrio. Os cientistas da Cassini têm observado o polo sul da lua desde que um vórtice apareceu em sua atmosfera em 2012. À medida que as estações mudam no sistema Saturniano, e a primavera começa a surgir no hemisfério norte e o outono no hemisfério sul, a coloração azul no hemisfério norte de Saturno que vem se apresentando de forma interessante para a sonda Cassini, desde a sua chegada no sistema em 2004, está agora apagando.

O hemisfério sul, com a chegada do inverno está ficando com a tonalidade azulada. Essa mudança se deve provavelmente à redução da intensidade da luz ultravioleta e a névoa produzida no hemisfério sul e o aumento da intensidade da luz ultravioleta e a produção da névoa no hemisfério norte. A presença da sombra dos anéis no hemisfério sul aumenta esse efeito. A redução da névoa e o consequente claremaneto da atmosfera gera essa tonalidade azulada, isso aumenta a oportunidade para o espalhamento direto da luz do Sol pelas moléculas no ar que fazem com que o céu fique azul, assim como na Terra.

A presença do metano que geralmente absorve a parte vermelha do espectro, numa atmosfera mais clara agora também aumenta a tonalidade azul. Essa imagem foi feita com a sonda apontada para o norte, no lado iluminado dos anéis um pouco acima do plano dos mesmos. O mosaico acima, na verdade combina seis imagens, duas de cada para cada um dos filtros espectrais vermelho, verde e azul, criando assim uma imagem colorida natural. As imagens foram obtidas com a câmera de grande angular da sonda Cassini no dia 6 de Maio de 2012, a uma distância aproximada de 778000 quilômetros de Titã. A escala da imagem é de 46 quilômetros por pixel.

A missão Cassini-Huygens é um projeto colaborativo da NASA, da Agência Espacial Europeia e da Agência Espacial Italiana. O Laboratório de Propulsão a Jato, uma divisão do Instituto de Tecnologia da Califórnia em Pasadena gerencia a missão para o Science Mission Directorate da NASA em Washington, DC. O módulo orbital Cassini e suas duas câmeras a bordo foram desenhadas, desenvolvidas e montadas no JPL. O centro de operações das imagens é baseado no Space Science Intitute em Boulder, no Colorado.
Fonte: http://www.nasa.gov/mission_pages

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se você achou interessante essa postagem deixe seu comentario!