Reflexões sobre um buraco Negro em Rotação

Créditos: NASA/JPL-Caltech
Os buracos negros são estranhas regiões de densidade incrivelmente alta, onde a intensa gravidade dobra o espaço-tempo de maneira que nada, nem mesmo a luz, pode escapar, a menos que ela faça o caminho através do Buraco de Minhoca de Einstein-Rose. Os buracos negros podem girar, e um buraco negro em rotação é até mais estranho do que seus primos que não estão em rotação, ou seja, perto de um buraco negro em rotação, tanto o espaço como o tempo giram junto com o buraco negro. Os astrônomos têm tentado medir essa distorção de inúmeras maneiras. Uma técnica, é medir a distorção da emissão de raios-X de átomos de ferro localizados perto do horizonte de eventos do buraco negro. Contudo os astrônomos nãompodiam ter certeza que as distorções observadas eram produzidas pelos efeitos da rotação do buraco negro, ou por absorções mundanas devido ao material frio perto dos buracos negros.
 
Porém, pelo menos em um caso particularmente importante os cientistas agora foram capazes de resolver essa questão graças ao satélite NuSTAR. O NuSTAR e o XMM-Newton, fizeram observações de um buraco negro com uma massa equivalente a duas milhões de vezes a massa do Sol que está hospedado no centro de uma galáxia conhecida como NGC 1365, que é mostrado nessa chamada concepção artística apresentada na imagem acima. As observações feitas com o XMM-Newton mostraram claramente a emissão distorcida do ferro, mas as observações do NuSTAR também mostraram claramente a emissão dos raios-X refletidos do material no disco de crescimento interno do buraco negro, permitindo assim que os efeitos devido à rotação do buraco negro pudessem ser claramente distinguíveis dos efeitos de absorção, fornecendo assim uma medida firme e segura da rotação do buraco negro.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

Tipos de Estrelas

Galéria de Imagens - Os 8 planetas de nosso Sistema Solar

Nova Classificação do Sistema Solar

Como surgiu o primeiro átomo?

Os satélites naturais do Sistema Solar

Johannes Kepler

Veja os 10 maiores mistérios das estrelas

Isaac Newton