Marte poderá ter sistema de anel entre 20 e 40 milhões de anos

The Red Planet could gain a ring system in 20 - 40 million years when Phobos is torn to shreds by gravity. Phobos was discovered in August 1877. It orbits 3,721 miles (5,989 km) from the Martian surface and completes an orbit in just 7 hours and 39 minutes. Image credit: Tushar Mittal.


Entre 20 e 40 milhões de anos, Fobos, a maior lua de Marte, será destruída e irá criar um sistema de anéis ao redor de Marte, de acordo com os pesquisadores planetários Tushar Mittal e o Dr. Benjamin Black da Universidade da Califórnia. A órbita da lua marciana Fobos está gradativamente espiralando em direção a Marte e a lua está experimentando um aumento nas tensões de maré. De acordo com Mittal e o Dr. Black, Fobos, provavelmente será destruída antes de atingir a superfície de Marte, deixando um sistema de anéis que deve persistir por cerca de 100 milhões de anos. Num estudo publicado na revista Nature Geoscience, eles estimaram o quão coesiva é a pequena lua e concluíram que ela não suficiente para resistir às forças de maré. Nossas análises sugerem que boa parte de Fobos é composta de um material fraco e altamente danificado”, dizem os cientistas. Nós sugerimos que – com a contínua migração da lua – o material mais fraco irá se dispersar em 20 a 40 milhões de anos para formar um anel marciano. Qualquer fragmento grande de Fobos que é forte o suficiente para escapar da força de maré, irá se arrebentar e colidir com Marte com uma velocidade de impacto baixa e oblíqua”.

“Nós previmos que esse anel irá persistir de 1 a 100 milhões de anos e irá inicialmente ter uma densidade comparável à dos anéis de Saturno. Para estimar a resistência de Fobos, o Dr. Black e Mittal, observaram os dados de rochas fraturadas de forma similar na Terra e de meteoritos que atingiram nosso planeta e que tem uma densidade e uma composição similar à da lua marciana. Os cientistas também restringiram a resistência de Fobos com base nos resultados das simulações da massiva cratera Stickeney, que se formou no passado quando uma rocha atingiu Fobos e quase destruiu a lua.

“Não é claro se a poeira marciana e o anel de detritos será visível da Terra, já que a poeira não reflete muita luz do Sol, enquanto que o gelo presente nos anéis dos planetas externos, faz com que eles sejam visíveis”, disse Mittal. Mas o anel pode refletir luz suficiente para fazer Marte ficar um pouco mais brilhante quando visto da Terra, e através dos telescópios, as sombras dos anéis poderão ser vistas na superfície de Marte. “Estar na superfície de Marte, daqui a algumas dezenas de milhões de anos, fará com que você tenha uma visão espetacular”, disse o Dr. Black.
Fonte: http://www.sci-news.com

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

Galéria de Imagens - Os 8 planetas de nosso Sistema Solar

Tipos de Estrelas

Nova Classificação do Sistema Solar

Os satélites naturais do Sistema Solar

Johannes Kepler

Como surgiu o primeiro átomo?

Veja os 10 maiores mistérios das estrelas

Isaac Newton