29 de mai de 2018

Hubble mostra o universo local em luz ultravioleta

Dados sobre estrelas e aglomerados de 50 galáxias na nossa ‘vizinhança’ cósmica vão ajudar a melhorar compreensão sobre a formação e evolução destes objetos

Uma equipe internacional de astrônomos criou um catálogo de observações em luz ultravioleta, composto por cerca de 8.000 aglomerados e 39 milhões de estrelas azuis quentes, pertencentes a 50 galáxias. As observações foram feitas usando o Telescópio Espacial Hubble.

A luz ultravioleta é usada para rastrear as estrelas mais jovens e quentes. Essas estrelas têm uma vida útil relativamente curta e são extremamente brilhantes. Os astrônomos obtiveram detalhes, em luz visível e ultravioleta, de 50 galáxias localizadas a não mais de 60 milhões de anos-luz da Terra. 
 NGC 6744
As 50 galáxias foram escolhidas de um grupo de 500 candidatos que cumpriram certos requisitos de observação, por exemplo: sua massa, a taxa de formação de estrelas e a abundância de elementos mais pesados ​​que o hidrogênio e o hélio. Devido à proximidade das galáxias escolhidas, o Hubble conseguiu distinguir seus principais componentes: estrelas e aglomerados. As 39 milhões de estrelas observadas são pelo menos 5 vezes mais massivas que o sol.
Messier 106
Ao ser capaz de observar todas essas galáxias em detalhes, os astrônomos aspiram a identificar o mecanismo físico por trás da distribuição das estrelas. Ele também procura entender a ligação definitiva entre a formação de gás e estrelas, que é fundamental na evolução das galáxias.
UGCA 281 
Fonte: http://blog.nuestroclima.com
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...