12 de novembro de 2010

Ronaldo Rogério de Freitas Mourão

Ronaldo Rogério de Freitas Mourão, astrônomo brasileiro, nasceu em 24 em maio de 1935, na cidade do Rio de Janeiro. É umas das maiores autoridades em astronomia do Brasil, fundador do MAST ( Museu de Astronomia e Ciências Afins) e do IGHB ( Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro. Antes de ingressar na faculdade de Física em 1956, já redigia artigos científicos para a revista Ciência Popular. Formou-se pela Universidade do Estado da Guanabara, atual UERJ. Em 1960, publicou trabalho sobre estrelas duplas. Sendo convidado em 1961, para participar do Simbósio de Estrelas Duplas, da União Astronômica Internacional e da Academia de Ciências dos EUA, na Califórnia. Em 1962, estagiou no Observatoire Royal de Belgique, e no ano seguinte permaneceu na Bélgica como bolsista e trabalhando em seus projetos científicos sobre estrelas duplas. Em 1965, foi morar na França. Em 1967, tornou-se doutor pela Universidade de Paris. Em dezembro de 1967, retornou ao Brasil. Em 1968, foi nomeado Astrônomo-chefe da Divisão Equatoriais. Em 1970, passou a colaborar com o Jornal do Brasil. Seguiu publicando vários livros sobre astronomia, em 1978, recebeu o Prêmio José Reis de divulgação científica. O asteróide 2590, descoberto em 22 de maio de 1980, foi batizado com o seu sobrenome “Mourão”. Em 19 de abril de 2001, recebeu o prêmio Jabuti pelo livro Astronomia na época dos descobrimentos. E em 2005, recebeu honra ao mérito da Universidade Soka, de Tóquio. Mourão é conhecido na atualidade como um dos maiores céticos em relação a Ufologia, tendo manifestado essa sua opinião inclusive no programa de TV Linha Direta em agosto de 2006. Por outro lado, o astrônomo é um grande entusiasta e participante do Projeto SETI.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se você achou interessante essa postagem deixe seu comentario!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Artigos Mais Lidos