20 de abril de 2010

A energia escura no Universo

Está em fase de preparação no Estado americano do Texas um experimento que pretende criar um mapa tridimensional do Universo há 11 bilhões de anos e, assim, tentar desvendar um dos grandes mistérios da astronomia: a energia escura. O projeto vai utilizar o telescópio Hobby-Eberle, um dos maiores do mundo. A ideia dos pesquisadores é que o estudo ajude os astrônomos a entender a natureza dessa energia hipotética que constituiria cerca de 75% da massa do Universo.
Telescópio Chandra (possível existência de energia escura)
O termo energia escura foi cunhado para explicar por que a expansão do Universo está em aceleração, já que deveria ocorrer o contrário devido à gravidade. O problema é que praticamente nada se sabe sobre ela: seria uma partícula, uma onda ou uma propriedade fundamental do espaço-tempo? É constante ou ganha força com a expansão do Universo? Existem muitas hipóteses, mas nenhuma evidência observada.
Segundo a reportagem, o Experimento Telescópio Hobby-Eberly de Energia Escura (HETDEX), é um dos três mais ambiciosos projetos sobre o tema, os outros são o Baryon Oscillation Spectroscopic Survey (Boss), que utiliza o telescópio Apache no Estado americano do Novo México, e a Pesquisa sobre a Energia Escura (DES), que tem uma câmera de 500 megapixels apontada para o espaço no telescópio Blanco, no Chile. A ideia do projeto é mapear as posições de 1 milhão de galáxias ao medir a emissão espectrográfica de conglomerados de estrelas pequenos e ricos em hidrogênio formadas apenas 2,7 bilhões de anos após o Big Bang, momento em que os astrônomos acreditam que a energia escura seria suficiente para ser detectada.
Os cientistas irão comparar os dados com a distribuição das galáxias 5 bilhões e 11 bilhões de anos depois para determinar onde o índice de expansão mudou ou permaneceu constante durante esses enormes períodos, o que pode levar a alguma explicação sobre a energia escura.
Observatório McDonald (Telescópio Hobby-Eberly)
Fonte: Scientific American

2 comentários:

  1. estou confusa, tá dando um nó na minha cabeça pra poder entender como funciona a matéria escura e a energia escura.Este telescópio aí mostrou que o universo é uma teia cósmica e quem liga estes aglomerados de galáxias é a matéria escura formando uma teia e q a matéria escura está unindo a galáxia de Andrômeda com a Via Láctea e serão uma só , a Lacdromeda.Aí dizem que pouco se sabe sobre a energia escura que expande o universo, e um dia a energia escura vai fazer arrebentar esta teia de matéria escura e vai jogar as galáxias para longe, vai fazer o universo sumir e a energia escura está fazendo com que as galáxias se separem.Então eu vejo aí uma guerra entre matéria escura e energia escura, uma unindo e a outra separando ao mesmo tempo, deve a haver um vácuo entre as duas, e devem ser como óleo e água.Complexo, nem os cientistas entendem bem a confusa energia escura.Pode me explicar melhor? estou querendo entender, ilumine minha mente de forma bem clara, por favor.E gostei do blog e o universo continua sendo plano com estas ramificações?

    ResponderExcluir
  2. A matéria escura não pode ser vista por astrônomos com telescópios. Ela não emite nem reflete luz, por isso, não brilha como uma estrela. Basicamente, a matéria escura não pode ser vista - os cientistas conseguem apenas imaginar onde ela está com base nos efeitos gravitacionais do que eles podem ver.

    Em cosmologia, a energia escura é uma forma hipotética de energia que estaria distribuída por todo espaço e tende a acelerar a expansão do Universo. A natureza da energia escura é um dos maiores desafios atuais da física e da cosmologia.

    ResponderExcluir

Se você achou interessante essa postagem deixe seu comentario!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Artigos Mais Lidos