25 de março de 2010

James Webb Space Telescope

 O James Webb Space Telescope(JWST) é o sucessor ao telescópio espacial de Hubble, e ele será quase três vezes o tamanho de Hubble. JWST foi projetado trabalhar melhor nos comprimentos de onda infravermelhos. Isto permitirá que estude o universo muito distante, procurando as primeiras estrelas e galáxias que emergeram nunca. O JWST está sendo desenvolvido na parceria com NASA. O James Webb Space Telescope ou JWST é um projeto de uma missão não tripulada da agência espacial estadunidense - NASA, com a finalidade de colocar no espaço um observatório para captar a radiação infravermelha. O telescópio deverá observar a formação das primeiras galaxias e estrelas, estudar a evolução das galáxias, ver a produção dos elementos pelas estrelas e ver os processos de formação das estrelas e dos planetas. O telescópio foi inicialmente denominado de Next Generation Space Telescope ou NGST.

 O termo "Next Generation" é que se pretende que ele venha a substituir o Hubble, pois após o seu lançamento, novas tecnologias foram desenvolvidas, permitindo construir o novo telescópio sob uma nova concepção. Posteriormente o telescópio foi renomeado em 2002, em honra a um antigo administrador da agência espacial estadunidense, James E. Webb, que liderou o programa Apollo, além de uma série de outras importantes missões espaciais.  Este telescópio tem a intenção de substituir parcialmente as funções do telescópio espacial Hubble.

Ele deverá ter um espelho primário muito maior, com um diâmetro de 2,5 vezes maior ou uma área de espelho seis vezes maior, permitindo captar muito mais luz. O telescópio também deverá ter um melhor equipamento para captar a radiação infravermelha. Ele tambem deverá operar bem mais distante da Terra, orbitando no halo que constitue o segundo ponto de Lagrange L2.  30/05/2008 07:29 O telescópio levará cerca de três meses para atingir a sua órbita final. O Ponto de Lagrange L2 está além da órbita da Lua e como não poderá ser atingido pelo ônibus espacial, o telescópio não poderá sofrer manutenção, devendo ter uma pequena vida útil, quando comparado com o telescópio Hubble.

MISSÃO
A missão primária do JWST será a de examinar a radiação infravermelha resultante da grande explosão (Big Bang) e realizar observações sobre a infância do Universo. Para realizar tais estudos com uma sensibilidade sem precedentes, todo o Observatório deverá ser mantido frio, e as grandes fontes de interferência de infravermelho como o Sol, a Terra e a Lua deverão ser bloqueados.  Para conseguir tal feito o JWST deverá levar consigo um grande escudo solar dobrável metalizado, que deverá se abrir no espaço e bloquear todas essas fontes de irradiação de infravermelho. O telescópio vai realizar um órbita seguindo um dos pontos de Lagrange, o Sol e a Terra vão ocupar a mesma posição relativa e isso vai facilitar as observações do telescópio.  Após o seu lançamento que é estimado para acontecer em início de 2013, haverá um período de ajustes de seis meses e após isso, se iniciará o período de observações que deverá durar no mínimo 5 anos, com a possibilidade de a missão vir a ser estendida.

O James Webb

1 - Espelhos
O JWST é equipado com 18 espelhos hexagonais, de berílio, cada um com 1,29 m de diâmetro. O berílio é mais leve, forte e estável que o vidro. O espelho composto deverá ter metade do peso do espelho do Hubble, mas é 2,5 vezes maior. Cada segmento pode ser orientado em 6 direcções diferentes.

 2 - Micro-obturadores
O colector de imagem do JWST tem 62.415 aberturas, cada uma com cerca de 100 x 200 microns de dimensão. Estes poderão captar espetrogramas de 100 galáxias de cada vez. Os obturadores poderão ser abertos independentemente, conforme as galáxias que estejam no campo de visão do JWST.

3 - Dispositivos infra-vermelhos
Existem 4 dispositivos de captação de imagem de muito alta resolução instalados no JWST - semelhantes aos chips das máquinas fotográficas digitais normais. Existe uma camera fotográfica sensível ao espectro próximo do infra-vermelho, um espectrógrafo sensível à mesma gama de comprimentos de onda, uma camera sensível ao meio do espectro infravermelho, e um sensor para orientação de precisão.

4 - Pára-Sol
Destina-se a proteger o JWST da luz e radiação infra-vermelha (calor) do Sol, que invalidaria o trabalho deste telescópio. É composto por 5 camadas de alumínio e silício do tamanho de um court de ténis! São necessárias 5 camadas para proteger o JWST de impactos por micro-meteoritos.

5 - Localização
O JWST ficará localizado num ponto do espaço designado L2 - o ponto Lagrange 2 - onde a gravidade da Terra e do Sol têm a mesma força. Este ponto é a cerca de 1.500.000 kms de distância da Terra. Qualquer missão de serviço, à semelhança das que ocorreram para o Hubble, será impossível com as tecnologias actuais. O JWST estará 5 vezes mais distante da Terra do que a Lua!
Fonte: http://www.wired.com/science/space/magazine/15-08/st_telescope

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se você achou interessante essa postagem deixe seu comentario!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Artigos Mais Lidos