Messier 101

Créditos e direitos autorais : Hubble Legacy Archive, ESA, NASA; Processamento e imagens adicionais - Robert Gendler
A grande e bela galáxia espiral M101 é uma das últimas no famoso catálogo de Charles Messier, mas definitivamente não é das menos importantes. Com cerca de 170.000 anos-luz de extensão, esta galáxia é enorme, quase duas vezes o tamanho da nossa galáxia, a Via Láctea. M101 também foi uma das nebulosa espirais originais observadas pelo grande telescópio do século XIX, o Leviatã, de propriedade de Lord Rosse, localizado em Parsontown. Este mosaico de M101 foi montado com dados do Arquivo do Legado Hubble. Dados adicionais obtidos no chão foram acrescentados para definir ainda mais as emissões avermelhadas que dão pistas do gás hidrogênio atômico nas regiões de formação estelar desta deslumbrante galáxia. A nítida imagem mostra formidáveis características no disco de estrelas e poeira da galáxia que está de frente para nós, ao longo de galáxias de fundo, algumas visíveis através da própria M101. Também conhecida como Galáxia do Catavento, M101 está dentro das fronteiras da constelação boreal da Ursa Maior, a cerca de 25 milhões de anos-luz de distância.
Fonte: http://apod.astronomos.com.br/apod.php

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tipos de Estrelas

Conheça as 10 estrelas mais próximas da Terra

Galéria de Imagens - Os 8 planetas de nosso Sistema Solar