24 de junho de 2019

Existe mais poeira de supernova no sistema solar do que se pensava anteriormente


Dois pesquisadores do Max Planck Institute for Chemistry descobriram evidências que sugerem que a poeira das supernovas é mais abundante do se pensava. Em um artigo publicado na revista Nature Astronomy, Jan Leitner e Peter Hoppe descrevem o uso de uma nova tecnologia para analisar os grãos da poeira de supernova e o que eles encontraram.

Os cientistas sabiam por algum tempo que a poeira emitida pelas estrelas fizeram o seu caminho para o nosso sistema solar. Eles também sabem que alguma parte dessa poeira vem de supernovas. Nesse novo esforço, os pesquisadores dizem que eles encontraram evidências que a maior parte da poeira interestelar que chega na Terra vem de supernovas, mais do que se pensava anteriormente.

Os pesquisadores sugerem que a razão para que uma menor quantidade de poeira estelar foi atribuída para supernovas, foi pelo fato dos pesquisadores não terem ferramentas para examinar propriamente os grãos de poeira. Eles relataram que o desenvolvimento de uma sonda de íons chamada de Cameca NanoSIMS 50, permitiu que eles pudessem medir a poeira com um melhor detalhe. O processo de medida também incluiu o uso de um espectrômetro de massa capaz de medir os isótopos com uma alta resolução espacial. 

Usando a nova tecnologia, os pesquisadores determinaram o quanto da poeira vem de estrelas regulares, e o quanto vem de supernovas, menos de 1%. A porcentagem que originou de supernovas foi maior do que o esperado, isso sugere que a maior parte da poeira estelar na Terra tem uma origem em supernovas. E isso sugere que tem mais poeira no espaço originada em supernovas do que se pensava anteriormente.

A poeira estudada pelos pesquisadores foi obtida a partir de amostras de condritos encontradas no Noroeste da África. Estudos com a nova tecnologia permite que os pesquisadores possam medir a quantidade de magnésio e o que eles também notaram que é anterior a nossa própria estrela. Eles apontam que a maior parte do material no nosso sistema solar foi criado do material ejetado das estrelas, então, um entendimento melhor da poeira estelar poderia levar a um entendimento melhor sobre como nós estamos aqui. 
Fonte: Space Today
Phys.org

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se você achou interessante essa postagem deixe seu comentario!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Artigos Mais Lidos