Quando percebemos que a Terra orbita o Sol?

Quais são as provas aceitas de que a Terra gira em torno do Sol? Quando se deu essa constatação?

Bob James

Las Vegas

Um: Não tínhamos visão direta da Terra até o alvorecer da Era Espacial. Encontrar evidências físicas de que nosso planeta gira em torno do Sol exigiu algum pensamento inteligente para provar que esse modelo heliocêntrico do nosso sistema solar representa a realidade.

A ideia é antiga. Por volta de 230 a.C., o filósofo grego Aristarco sugeriu que esse era o caso. Ele era um excelente observador e baseou essa ideia em observações cuidadosas. Ainda assim, sem provas diretas de que a Terra se move, o universo centrado na Terra de Aristóteles permaneceu o modelo dominante por séculos.

Em 1610, Galileu virou seu novo telescópio em direção a Vênus. Para seu espanto, ele viu o planeta passar por fases como a Lua. Galileu supôs corretamente que isso só poderia acontecer se Vênus tivesse uma órbita mais próxima do Sol do que a órbita da Terra.

Com telescópios aprimorados, os astrônomos começaram a procurar outra prova do movimento da Terra ao redor do Sol, a paralaxe estelar. A órbita da Terra é enorme - cerca de 186 milhões de milhas (300.000 quilômetros) de diâmetro. Se um astrônomo medir a posição de uma estrela próxima, e depois medi-la novamente seis meses depois, a posição aparente da estrela contra o fundo de estrelas mais distantes deve mudar uma pequena quantidade.

Observar isso provaria que a Terra de fato não está estacionária. Foi só em 1838 que um astrônomo finalmente detectou essa mudança. Naquele ano, o astrônomo alemão Friedrich Wilhelm Bessel mediu com sucesso a paralaxe da estrela 61 Cygni.

E há ainda outra prova. Imagine ficar parado com a chuva descendo. Para se manter seco, basta segurar o guarda-chuva diretamente sobre a cabeça. Quando você começa a andar, no entanto, você precisa inclinar o guarda-chuva "para" a chuva, mesmo que a chuva esteja vindo direto para baixo. Quanto mais rápido você andar, maior será a inclinação.

À medida que a Terra orbita o Sol, podemos detectar uma "inclinação" da luz estelar que chega. O astrônomo inglês James Bradley descobriu esse fenômeno em 1725 por acidente – enquanto procurava por paralaxe estelar! Essa aberração da luz das estrelas, como é chamada, é resultado da luz ter uma velocidade finita e do movimento da Terra em torno do Sol.

Este artigo foi publicado pela primeira vez em 2017 e foi atualizado.

Fonte: Astronomy.com

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mu Cephei

Cavalo-marinho cósmico

Fobos sobre Marte

Eta Carinae

Nebulosa Crew-7

Astrônomos encontram planetas ‘inclinados’ mesmo em sistemas solares primitivos

Agitando o cosmos

Júpiter ao luar

Galáxia Messier 101

Ganimedes de Juno