Lágrimas no céu

É um cometa? É uma nave espacial? O objeto nesta Foto da Semana pode ser um pouco difícil de reconhecer à primeira vista. Na verdade, é uma estrela jovem — mas porque é que tem uma forma tão invulgar? 

Crédito:  ESO/ML Aru et al.

As estrelas jovens estão rodeadas por um disco de gás e poeira: os materiais de construção dos planetas. Quando outras estrelas muito brilhantes e massivas estão presentes nas proximidades, a sua luz aquece o disco da jovem estrela, eliminando parte da sua matéria . O objeto em forma de lágrima nesta imagem, 177-341 W, está na Nebulosa de Órion .

As estrelas que corroem o disco de 177-341 W estão fora do quadro, além do canto superior direito; quando a sua radiação colide com o material em torno da estrela jovem, cria a estrutura brilhante em forma de arco vista aqui em amarelo. A cauda que se estende da estrela em direção ao canto inferior esquerdo é o material sendo arrastado de 177-341 W pelas estrelas para fora do campo de visão. Este tipo de objetos — discos protoplanetários ionizados — são conhecidos como “proplyds”.

Esta observação é apresentada num novo artigo científico liderado por Mari-Liis Aru (ESO) e obtido com o instrumento Multi Unit Spectroscopic Explorer ( MUSE ) montado no Very Large Telescope ( VLT ) do ESO, no Chile. As cores mostradas nesta imagem mapeiam diferentes elementos como hidrogênio, nitrogênio, enxofre e oxigênio. Mas esta é apenas uma pequena fração de todos os dados recolhidos pelo MUSE, que na verdade capta milhares de imagens em diferentes cores ou comprimentos de onda simultaneamente.

Isto permite aos astrónomos estudar detalhadamente as propriedades físicas dos discos protoplanetários, incluindo a quantidade de massa que perdem. Este novo artigo apresenta observações MUSE de muitos outros proplyds em Orion, parte de um projeto liderado por Carlo F. Manara (ESO) que ajudará os astrónomos a compreender como as estrelas e os sistemas planetários se formam nestes berçários estelares.

Fonte: eso.org

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mu Cephei

Eta Carinae

Astrônomos encontram planetas ‘inclinados’ mesmo em sistemas solares primitivos

Isolamento galáctico

Fobos sobre Marte

Nebulosa Crew-7

Júpiter ao luar

Agitando o cosmos

A Lagoa Profunda

Ganimedes de Juno