28 de março de 2011

PSR J0108-1431:Pulsar Geriátrico Ainda Arrebenta

A imagem composta à esquerda mostra uma imagem feita desde o Observatório de Raios-X Chandra, da NASA em roxo e uma imagem óptica feita pelo Very Large Telescope do European Southern Observatory em vermelho, azul e branco. A fonte de raios-X captados pelo Chandra no centro da imagem é o antigo pulsar PSR J0108-1431 (ou somente J0108 para facilitar), localizado a aproximadamente 770 anos-luz de distância da Terra. O objeto alongado imediatamente acima a direita é uma galáxia de fundo que não está relacionada com o pulsar. Como o J0108 está localizado muito longe do plano da nossa galáxia, muitas galáxias distantes são vistas na imagem óptica de maior escala. A posição do pulsar visto pelo Chandra nessa imagem do começo de 2007 é um pouco diferente da posição de rádio observada no início de 2001, implicando que o pulsar está se movendo a uma velocidade de aproximadamente 440000 milhas por hora na direção mostrada pela seta branca na imagem. A detecção desse movimento permite uma estimativa de onde o J0108 deveria estar localizado na imagem feita pelo VLT em 2000. A estrela azul apagada um pouco acima da galáxia é a possível detecção óptica do pulsar. A impressão artística à direita mostra que o J0108 pode parecer diferente se for observado de perto. A radiação proveniente de partículas que estão em movimento espiral ao redor dos campos magnéticos é mostrada juntamente com áreas quentes ao redor dos polos magnéticos da estrela de nêutrons. Ambos os efeitos são capazes de gerar emissões de raios-X. A maior parte da superfície da estrela de nêutrons deve ser muito fria para produzir raios-X, porém ela deve produzir radiação no comprimento de ondas do óptico e do ultravioleta. Essas observações de múltiplos comprimentos de onda são importantes para fornecer uma imagem completa desses exóticos objetos. Com uma idade de aproximadamente 200 milhões de anos, esse pulsar é o mais velho pulsar isolado já detectado em raios-X. Entre os pulsares isolados - aqueles que não pertencem a sistemas binários - ele é mais de 10 vezes mais velho do que o anterior detectado por meio de raios-X. Esse pulsar está se desacelerando à medida que fica mais velho e converte parte da energia que está sendo perdida em raios-X. A eficiência desse processo para o J0108 é maior do que a observada em qualquer outro pulsar.
(Chandra / Cienctec)
http://www.cienctec.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se você achou interessante essa postagem deixe seu comentario!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Artigos Mais Lidos