11 de maio de 2010

Cassini revela detalhes da cratera Herschel em Mimas, lua de Saturno

A sonda robótica Cassini executou um rasante em Mimas, em 13 de fevereiro de 2010 e capturou esta detalhada imagem da mega cratera Herschel.
Mas, qual o motivo das cores distintas desta cratera gigante em Mimas?
Mimas é uma das menores luas arredondadas de Saturno. Embora relativamente pequena, Mimas, por outro lado, nos surpreende, pois ostenta a gigantesca cratera Herschel, com 130 km de diâmetro. Herschel é uma das maiores crateras de impacto visíveis em todo o Sistema Solar. Maiores que Herschel, na Terra, temos as crateras confirmadas Vredefort (África do Sul), Sudbury Basin (Canadá) e a Cratera Chicxulub (Yucatã) com, respectivamente, 300, 250 e 180 km de diâmetro, além da candidata Wilkes Land (550 km, Antártida), não confirmada até hoje.

Cassini deu um rasante em Mimas

A nave espacial robótica Cassini, operando na órbita de Saturno, fez esta imagem da cratera Herschel, em detalhes sem precedentes, a uma distância aproximada de 16.000 km desta lua de Saturno. Neste flyby a Cassini quebrou seu recorde de aproximação de Mimas, passando apenas a 9.500 km deste mundo gelado.
O time de imagens da Cassini colorizou a imagem realçando seus contrastes. Na imagem acima a equipe inseriu informações de cores de antigas imagens feitas de Mimas. Esta composição nos revela com maior clareza que a paisagem no interior da cratera Herschel tem uma tonalidade levemente diferente da do terreno intensamente esburacado por crateras em sua volta. Esta diferença nas cores nos indica algumas pistas da composição do material no solo, revelando a violenta história de Mimas.

Um impacto maior teria pulverizado Mimas…

Os cientistas planetários estimam que, provavelmente, se tivesse ocorrido um impacto maior em Mimas, ligeiramente mais violento deste que originou a cratera de Herschel de 130 km, o desastre teria pulverizado totalmente a lua Mimas, transformando-a em um anel de escombros.
                    Imagem anterior de Mimas, capturada pela Cassini em 02 de agosto de 2005.

Créditos: Cassini Imaging Team, ISS, JPL, ESA, NASA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se você achou interessante essa postagem deixe seu comentario!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Artigos Mais Lidos