2 de agosto de 2012

Aterragem do Rover Marciano segue grande tradição dramática com 40 anos

Esta impressão de artista mostra o rover Curiosity, um robot móvel que vai investigar a capacidade, passada ou presente, de Marte albergar vida microbiana. Crédito: NASA/JPL-Caltech

Quando o rover Curiosity da NASA tentar aterrar em Marte na próxima semana, irá juntar-se a uma longa lista de missões com o intuito de tocar o Planeta Vermelho, um legado que remonta a mais de 40 anos. O rover de 2,5 mil milhões de dólares, também conhecido como MSL (Mars Science Laboratory), tem aterragem prevista em Marte para as 06:31 (hora portuguesa) de 6 de Agosto. O Curiosity é demasiado grande e pesado para usar airbags durante a aterragem. Ao invés, o rover - com aproximadamente 1 tonelada, irá pesar cerca de 345 kg sob a gravidade marciana - vai descer até à superfície marciana usando um complexo sistema de guindaste aéreo a jacto, o que necessita de mecânicas e "timings" precisos. Uma vez em Marte, o Curiosity irá procurar sinais de que o planeta já tenha sido hospitaleiro à vida. E embora a antecipação da aterragem seja desesperante, o Curiosity não é a primeira nave a tentar o difícil feito de aterrar no Planeta Vermelho.
Leia completo em: http://www.ccvalg.pt/astronomia/noticias/2012/07/31_marte_cronologia_landers.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se você achou interessante essa postagem deixe seu comentario!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Artigos Mais Lidos