Os Glóbulos de Tackeray

Créditos e Direitos autorais:  T. Rector (U. Alaska Anchorage), e NS van der Bliek (NOAO / AURA / NSF)
Esses são os maiores grãos de poeira que você irá encontrar. Situadas no campo rico em estrelas e do gás hidrogênio brilhante, essas nuvens de gás e poeira interestelar são tão grandes que eles podem ser capazes de formar estrelas. O lar dessa poeira é conhecido como IC 2944, um brilhante berçário estelar localizado a aproximadamente 5900 anos-luz de distância na direção da constelação Centaurus. O maior desses glóbulos escuros, registrados primeiramente pelo astrônomo sul africano A. D. Thackeray em 1950, é provavelmente duas nuvens separadas mas sobrepostas, cada uma com mais de um ano-luz de largura. Juntamente com outros dados, a representação colorida acima foi feita pelo telescópio Blanco de 4 metros de diâmetro localizado em Cerro-Tololo, no Chile e indica que os Glóbulso de Thackeray são fraturados e brilham pelo resultado da intensa radiação ultravioleta que ilumina essas nuvens proveniente de jovens estrelas quentes energizando e aquecendo a brilhante nebulosa de emissão. Esses e outros glóbulos escuros similares estão associados com outras regiões de formação de estrelas e que podem ter dissipado pelo ambiente hostil onde vivem, como se fosse uma manteiga cósmica sendo aquecida e derretida numa frigideira.
Fonte: http://apod.nasa.gov/apod/ap120612.html

Comentários

Artigos Mais Lidos

Tipos de Estrelas

Galéria de Imagens - Os 8 planetas de nosso Sistema Solar

Como surgiu o primeiro átomo?

Nova Classificação do Sistema Solar

Conheça as 10 estrelas mais próximas da Terra