16 de maio de 2011

O Meteorito de Willamette

O Meteorito de Willamette, é um dos tesouros da coleção permanente do Museu Americano de História Natural. Os visitantes são capazes de ver e de tocar nesse remanescente do antigo cosmos com 15.5 toneladas – ele é o maior meteorito já encontrado nos EUA. Acredita-se que ele seja o núcleo de ferro e níquel de um planeta ou de uma lua que foi quebrado em uma colisão estelar a mais de um bilhão de anos atrás. Ele se chocou com a Terra a milhares de anos atrás, viajando a uma velocidade maior que 64374 km/h. O Museu comprou o Meteorito de Willamette em 1906 e desde então ele tem sido mostrado continuamente e visto por milhões de visitantes de todo o mundo. Conhecido como Tomanowos pelo povo Clackamas Chinook, que viviam no Vale Willamette no Oregon antes da chegada dos europeus a América, o Meteorito de Willamette é reverenciado pelos Clackames e pelos seus descendentes como um objeto sagrado. De acordo com uma lenda tribal, o Tomanowos foi enviado a Terra como representante do Povo do Céu, exemplificando a união do céu, terra e água com o poder de curar e dar poderes ao povo do vale. Hoje as Tribos Confederadas do Grand Ronde, uma tribo indígena confederada reconhecida oficialmente, é a sucessora dos Clackamas. Por meio de um acordo histórico, entre o Museu e a tribo, eles continuam tendo uma relação especial com o meteorito através de uma visita cerimonial anual.
Fonte: Ciência e Tecnologia - http://www.cienctec.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se você achou interessante essa postagem deixe seu comentario!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Artigos Mais Lidos